A AMOSTRA GRÁTIS SERÁ TRIBUTADA QUANDO NÃO CUMPRIR TODAS AS CONDIÇÕES PARA GOZO DA ISENÇÃO DO IPI


A Cosit – Coordenação-Geral de Tributação, da Secretaria da Receita Federal do Brasil, aprovou a seguinte ementa da Solução de Consulta em referência:

“A amostra grátis, para efeitos da isenção do IPI de que trata o inciso III do art. 54 do Ripi/2010, deve cumprir, cumulativamente, todas as condições exigidas no referido inciso. Não podendo a

amostra preencher todas as condições exigidas para gozo da isenção, sua saída do estabelecimento industrial é tributada, subordinando-se a sua distribuição como amostra grátis à observância do § 9º do art. 273 do Ripi/2010, ou seja, apresentar-se-á com a expressão ‘Amostra Grátis Tributada’.

DISPOSITIVOS LEGAIS: Decreto nº 7.212, de 2010 (Ripi/2010), art. 54, inciso III, e art. 273, § 9º; PN CST nº 92, de 1971; e PN CST nº 634, de 1971.”

#ISENÇÃODOIPI

2,563 visualizações0 comentário